19 de julho de 2013

AS BELEZAS DO SERTÃO EM MARTINHO CAMPOS


Martinho Campos é um município da região centro-oeste de Minas Gerais, conta com uma população de 12.611 habitantes distribuídos numa área de 1.048 quilômetros quadrados, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2013. Cidade típica do interior de Minas, Martinho Campos ainda mantém hábitos simples e serenos que simbolizam muito bem a história do estado.

A cidade foi formada em terras pertencentes aos fazendeiros Jerônimo Vieira (Fazenda da Barra) e Maximiniano Alves de Araújo (Fazenda do Junco).  Segundo conta a tradição, aproximadamente entre 1808 e 1820, os dois fazendeiros mandaram construir uma capela em homenagem a Nossa Senhora da Abadia. Para a escolha do local, combinaram sair à mesma hora, cada um de sua fazenda e caminharem, um em direção ao outro. No local do encontro foi, então, construída a capela, atual matriz de Nossa Senhora da Abadia. O povoado, formado nas proximidades, desenvolveu-se e ganhou grande impulso com a construção da estrada de ferro, cuja estação de Abadia servia às localidades de Patos de Minas, Formiga, entre outras. O distrito foi criado com o nome de Abadia do Pitangui, em 1822, e elevado á categoria de município em 1938, com o nome de Martinho Campos, em homenagem ao estadista oriundo do município.

Atualmente, a economia de Martinho Campos é pautada nas atividades de comércio, serviços, agropecuária, extração vegetal e pesca. Essas atividades são boa parte influenciadas pelos aspectos físicos, ou seja, são influenciados por sua hidrografia (Rio São Francisco e Rio do Picão), o morfoclima do cerrado, tendo duas estações bem definidas e um relevo pouco ondulado.

Martinho Campos possui muitos atrativos naturais e culturais. Entre os atrativos turísticos naturais, pode-se enfatizar o Rio São Francisco, o Rio Pará, o Rio do Picão, a lagoa do Junco e a Gruta da Lapa. No campo cultural, os destaques são as comemorações da semana santa, a Festa do Divino, a Festa de Nossa Senhora da Abadia, a Exposição Agropecuária de Martinho Campos e as tradicionais festas juninas. Hoje, para impulsionar a atividade turística, o município integra o Circuito Turístico Lago de Três Marias.

O Circuito Lago de Três Marias, todos os municípios são marcados pelas águas do Rio São Francisco e do Lago de Três Maris, chamado também de Doce Mar de Minas. O circuito se localiza na região Central de Minas e a geografia da região é marcada por campos, cerrados e encantadoras veredas, conhecidas como oásis do sertão. O turista poderá conhecer também as robustas e elegantes palmeiras do buriti, que chegam a 30 metros de altura. Frutos exóticos como o murici, araticum e pequi são abundantes. São 9 os municípios participantes do circuito, além de Matinho Campos, Abaeté, Biquinhas, Felixlândia, Morada Nova de Minas, Paineiras, Pompéu, São Gonçalo do Abaeté e Três Marias.

VEJA O MAPA DO CIRCUITO TURÍSTICO LAGO DE TRÊS MARIAS




Fonte: IBGE, ALMG e SETUR-MG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário