24 de fevereiro de 2013

COPA DAS CONFEDERAÇÕES NA CAPITAL MINEIRA


Belo Horizonte será uma das principais sedes dos maiores eventos esportivos que ocorreram no Brasil em 2013 e 2014. A capital mineira receberá três confrontos da Copa das Confederações FIFA 2013, incluindo uma semifinal, que pode ter o Brasil em campo. O primeiro jogo será entre Taiti e o representante da África, a Nigéria, campeã da Copa das Nações. O confronto é válido pela primeira rodada do grupo B e está marcado para 17 de junho, uma segunda-feira, às 16h.

O segundo jogo  será em 22 de junho, pela rodada decisiva do grupo A, o da Seleção Brasileira. O duelo a partir das 16h reunirá Japão e México.

Belo Horizonte receberá, ainda, uma das semifinais da competição. Estarão em campo o vencedor do grupo A e o segundo colocado do grupo B. Assim, se o Brasil conseguir se qualificar como primeiro do seu grupo, jogará no Mineirão em 26 de junho, uma quarta-feira, contra o vice-líder do grupo B. O jogo será a partir das 16h.

A definição das chaves da Copa das Confederações foi realizada no Anhembi, em São Paulo. No grupo A, ficaram as seleções do Brasil, do Japão, do México e da Itália. Já no grupo B, estão a Espanha, Uruguai, Taiti e o representante da África, a Nigéria.

O preço das entradas para as partidas da primeira fase varia entre R$ 28,50 (valor da meia entrada na Categoria 4) e R$ 228 (ingressos para áreas nobres, da Categoria 1). Os ingressos para a semifinal vão de R$ 38 a R$ 266. Na pré-venda para clientes da VISA, realizada entre 21 e 30 de novembro, foram vendidos mais de 30 mil ingressos para as partidas de Belo Horizonte. A semifinal que será realizada na capital mineira foi o jogo mais procurado.

Já a reforma do Mineirão foi concluída e a entrega da obra foi no dia 21 de dezembro de 2013. O governador de Minas, Antônio Anastasia,  anunciou que o primeiro jogo no novo Mineirão será o clássico Cruzeiro x Atlético no dia 3 de fevereiro de 2013, com a presença das duas torcidas.

O plantio do gramado do Mineirão, em Belo Horizonte, foi concluído em novembro. O novo Mineirão terá capacidade para 62 mil lugares. No estacionamento, serão 2.674 vagas para carros, sendo 1.704 cobertas. A esplanada terá espaço de 80 mil metros quadrados no entorno do estádio com capacidade para 65 mil pessoas.

No que se refere ao aeroporto que serve Belo Horizonte (Confins), a previsão é de que os trabalhos sejam concluídos até dezembro de 2013. As ações incluem reforma, modernização e ampliação do Terminal de Passageiros e adequação do sistema viário. O investimento total estimado, segundo informações do 4º Balanço das obras da Copa do Governo Federal, é de R$ 239 milhões.

As oito obras de mobilidade urbana estão em andamento. Ao todo, segundo informações do 4º Balanço do Governo Federal, divulgado em dezembro de 2012, o investimento na área será de R$ 1,4 bilhão, com R$ 1,023 bilhão de financiamento federal. Os projetos incluem três Bus Rapid Transit (BRT); três vias; uma central de monitoramento; e um corredor exclusivo de ônibus.

Uma das primeiras cidades planejadas do país, Belo Horizonte cresceu emoldurada pelas curvas da Serra do Curral e transformou-se numa metrópole de ruas arborizadas e traços arquitetônicos singulares, com destaque para o Complexo da Pampulha e a Praça da Liberdade.

Os dois cartões-postais revelam partes da história da capital e de Minas Gerais, um estado que liderou o primeiro movimento pela independência do Brasil: a Inconfidência Mineira, no fim do século XVIII. No final do século XIX o Brasil saia do sistema monárquico para o regime republicano, onde as transformações sociais, políticas e econômicas foram muito intensas. Foi nesse momento que surgia Belo Horizonte, símbolo do novo e do moderno.

Em 1897, Belo Horizonte tornou-se capital de Minas Gerais. Na recém criada República Federativa do Brasil, refletiu uma invenção política, com traçado urbano feito aos moldes de Paris e Washington, onde viveriam 250 mil habitantes.

Hoje com 1,4 % do PIB nacional e 2,4 milhões de habitantes, a cidade é o centro de uma região metropolitana de 4,5 milhões de habitantes. Ostenta Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de 0,839 – elevado, segundo critérios da ONU –, e abriga o quinto maior parque produtivo da América do Sul.

VEJA O NOVO MINEIRÃO, ESTÁDIO DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES E DA COPA DO MUNDO DO BRASIL



Fonte: www.copa2014.gov.br

2 comentários:

  1. Espero que gane España...aunque será difícil
    Saludos
    W.

    ResponderExcluir
  2. A competição terá boas seleções, como Espanha, México, Uruguai e Itália. Brasil é uma grande força, mas ao mesmo tempo uma grande dúvida.

    Espero que seja uma ótima competição, e que ganhe o melhor.

    ResponderExcluir