4 de agosto de 2012

VIDA E OBRA DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE COMO ATRATIVO TURÍSTICO EM ITABIRA


Carlos Drummond de Andrade é considerado um dos maiores poetas da literatura brasileira, influenciando sobretudo o modernismo. Nascido em Itabira, cidade do interior de Minas Gerais, Drummond tem uma grande relação de afeto com a cidade, fato que pode se constatar pelos poemas feitos para Itabira e nos monumentos que o município construiu para homenagear o seu ilustre filho.

Entre os atrativos relacionados a figura de Drummond, pode-se destacar o Memorial Carlos Drummond de Andrade. Projetado por Oscar Niemeyer, arquiteto e amigo do poeta, o memorial está localizado no Pico do Amor, de onde se tem uma visão panorâmica de Itabira e que também foi cenário de poemas, como “Ausência”.

O memorial abriga exposições permanentes sobre a vida e obra do poeta e é referência para estudiosos e turistas. Na área há a escultura “Fazendeiro do Ar”, do artista plástico itabirano Genin e duas placas-poema que fazem parte do Museu de Território Caminhos Drummondianos: “Confidência do Itabirano” e “Ausência”.

Outro atrativo é o Museu de Território Caminhos Drummondianos. O museu é formado por 44 placas-poema de Carlos Drummond de Andrade, que resgatam a “Velha Itabira”. As placas-poema referem a fatos, locais e personagens que fizeram parte da vida de Drummond em Itabira.

Já a Casa Drummond é um dos locais mais procurados pelos visitantes, pois foi nesse local onde o poeta viveu sua infância. A casa é um local de integração da comunidade itabirana e ponto de encontro de estudiosos e interessados na obra de Drummond. O local também abriga o Projeto Drummonzinhos, projeto em que jovens declamam poesias de Carlos Drummond pelas ruas de Itabira.

Segundo o inventário do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (IEPHA) de Minas Gerais, o sobrado onde Drummond viveu sua infância foi construído no século XIX por Joana da Costa de Paulo Andrade. Foi herdado por Elias de Paula e em seguida por Carlos de Paula Andrade, pai do poeta, que no início do século XX vendeu o imóvel para Joana Senhorinha Martins da Costa. Hoje o imóvel pertence a prefeitura de Itabira.

Enfim, Drummond é sinônimo de Itabira, de poesia e de turismo, que gera muita sensibilidade tanto para a população local, quanto para os visitantes.

Fonte: Prefeitura Municipal de Itabira.

Um comentário:

  1. Pediria por gentileza, se alguém saberia dizer em que ano faleceu Joana Senhorinha Martins da Costa?.MarcosLima(grande BH).

    ResponderExcluir