20 de agosto de 2014

FEIRA DE ARTE E CULINÁRIA AGITA DORES DO INDAIÁ


A população de Dores do Indaiá, município localizado na região centro-oeste de Minas Gerais, tem uma nova opção de lazer nas quintas-feiras. Uma feira de arte e culinária será realizada na cidade toda a semana na Praça da Matriz, no centro da cidade, a partir das 17h. O projeto que começou com a iniciativa dos moradores, leva para a praça barracas com comidas típicas de Minas Gerais e diversos tipos de artesanatos. Além disso é montado no local um telão e som que divertem a população com músicas regionais além de vídeos que contam histórias antigas da cidade.
A idealizadora do projeto é a moradora Márcia de Oliveira Mendonça, que conta que tomou a iniciativa por observar que era necessário uma medida para fomentar a economia na cidade além de promover mais lazer para a população. "Feiras como essa já ocorrem em cidades da região como Abaeté e tem muito sucesso. Baseando nisso pensei que seria ótimo que Dores do Indaiá tivesse uma feira similar", disse.
Segundo o secretário de Cultura, João Paulo Noronha, o objetivo é que a feira vire tradição na cidade. "A montagem das tendas e bancadas estão sendo feitas pela Prefeitura para abraçar o projeto e ajudar a estimular e atrair os comerciantes para a feira. Além disso a ideia é que as quintas-feiras se tornem mais um dia para a população se divertir em um ambiente saudável e familiar", explicou.
A população da cidade comemora o novo projeto. A funcionária pública Elaine Carla Moreira comenta que pretende fazer do local um ponto de encontro com amigos toda a semana. "Já combinei com minhas amigas que vamos nos encontrar todas as quintas, afinal a feira é um ótimo local para cultivar amizades e além de disso se deliciar com as comidas típicas nas barraquinhas", ressaltou.
A montagem de barracas é aberta para a população. Os interessados devem procurar a Márcia no (37) 9808-0193.
PONTO TURÍSTICO
A Praça da Matriz que foi o local escolhido para receber a feira é um dos pontos turísticos da cidade, que tem cerca de 13 mil habitantes. No local existe, há 94 anos, a igreja de Nossa das Dores que foi reformada em 2007 e tem peças antigas tombadas pelo conselho de patrimônio municipal.
O morador Vinicius Senador Silva descreve as belezas da igreja e também da praça. "Com a iniciativa, os fins de tarde serão ainda mais agradáveis. É uma atração a mais para nossa pequena cidade", finalizou.
Fonte: g1.com/mg

2 comentários: