22 de novembro de 2011

INTERCÂMBIO NO MERCOSUL É UMA DAS PRIORIDADES DO MINISTÉRIO DO TURISMO


Gastão Vieira, Ministro do Turismo do Brasil, apresentou na última sexta-feita (18) no Uruguai, uma proposta de financiamento de intercâmbio voltado para a formação de espanhol para brasileiros e português para os vizinhos da América do Sul, sendo que o custo do projeto ficaria na responsabilidade do Fundo de Convergência Estrutural do Mercosul (Focem).

O Ministério busca parceria com os países do bloco para a capacitação profissional de idiomas, motivado essencialmente pelos grandes eventos que vão ocorrer no Brasil. Essa proposta foi apresentada na 10° reunião de Ministros do Turismo do Mercosul (RMTur), realizado na cidade de Punta del Leste.

O intercâmbio tem como objetivo o conhecimento de costumes, tradições, tecnologias e o idioma de um país estrangeiro, ficando hospedado na residência de uma pessoa nativa.

Além de dar um impulso no incremento dos estudos e da carreira, o intercâmbio amplia seus horizontes e muda a forma de olhar o mundo, fazendo amadurecer em vários aspectos. Quanto à questão financeira, se o dinheiro tiver curto, há várias opções para estudar e trabalhar nas horas vagas, há albergues para estudantes entre outras opções que as próprias agências de viagens disponibilizam. Também há a opção de cursos breves, para gastar menor e conhecer mais países.

Embora o intercâmbio tenha várias vantagens, há sempre o receio de lagar o certo pelo duvidoso, o receio de deixar a vida que leva com sua família para se aventurar em lugar desconhecido.

Site de Referência: www.turismo.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário