4 de outubro de 2011

LOS CAPRICHOS DE GOYA

Prefeitura de Belo Horizonte abre suas instalações para receber a arte de Francisco Goya y Lucientes. Serão 80 gravuras do artista espanhol, que é considerado um dos maiores pintores e gravadores de todos ostempos, podem ser vistas pela população local e pelos turistas entre os dias 3 e 30 de outubro. A exposição denominada de “Los Caprichos de Goya”, é uma realização da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, do Instituto Cervantes – órgão oficial do governo da Espanha – e da Associação de Amigos do Museu de Arte da Pampulha, com a curadoria do Museu de Arte da Pampulha e do Museu Histórico Abílio Barreto.

As 80 obras que compõem a exposição serão numeradas, e dada a carga crítica das obras, que questionavam os valores da sociedade até então, a nobreza do século XVIII e a opressão da igreja Católica colocaram visibilidade para o Tribunal da Inquisição e os trabalhos de Goya foram excluídos do mercado. Goya disponibilizou ao rei 80 matrizes e as estampas editadas que não foram vendidas, que foram inventariadas na Catografia Nacional de Madri, na Espanha, em 1803.

A gravura número 1 da série que atormentou a sociedade da época traz um auto-retrato de Goya. As outras obras que fazem parte da exposição trazem imagens do amor, da prostituição, da crueldade da mãe, da gula dos frades, de asnos que se misturam com figuras humanas e muito mais. O material que será exposto em BH pertence ao Instituto Cervantes e foi estampado para uma primeira exibição em Sevilha, na Espanha, no ano de 1929.


A exposição será no hall da Prefeitura de Belo Horizonte, na Avenida Afonso Pena, 1212, no Centro, de segunda a sexta, de 9 às 19 horas, no sábado de 10 às 13 horas, lembrando que a entrada é franca.

Site de referência: http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/noticia.do?evento=portlet&pAc=not&idConteudo=51165&pIdPlc=&app=salanoticias

Um comentário: