6 de outubro de 2011

DORES DO INDAIÁ E OS SEUS 126 ANOS

Dores do Indaiá comemora no dia 8 de outubro os seus 126 anos de emancipação político administrativa. A cidade que foi planejada, nos moldes de Paris e Washington, mas guardadas as devidas proporções, porque Dores é um município de pequeno porte, teve um grande desenvolvimento a partir da década de 1920, se tornando uma das cidades mais importantes da região.

A origem de muitas personalidades são de Dores do Indaiá, como do ex-ministro da educação, Francisco Campos, do ilustre poeta e um dos fundadores da Faculdade de Economia da UFMG, Emílio Guimarães Moura, do professor Waldemar de Almeida Barbosa, do médico Doutor Di e de vários outros. Dores do Indaiá por muito tempo foi reconhecida regionalmente por sua excelência na educação, principalmente através da Escola Estadual “Francisco Campos” ou Escola Normal, onde havia processo seletivo rigoroso para o ingresso.

De suas belezas arquitetônicas, destacamos o imponente prédio da Escola Estadual Francisco Campos e da Escola Estadual Doutor Zacarias, da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores, que é a padroeira do município, da Igreja de São Sebastião, além dos casarões da praça Lacerda, de onde originou a cidade.

As festa populares são um dos maiores atrativos turísticos, uma das mais famosas é a festa do Rosário, que acontece no mês de agosto, com a participação de inúmeros congadeiros, população local e turistas, há a Exposição Agropecuária, que há quase 50 anos é sinônimo de força regional, com a realização de leilões, de mostra de animais, de rodeios e de shows sertanejos.

Dores do Indaiá também possui belezas naturais, com o rio São Francisco, que faz divisa com Bom Despacho e Martinho Campos, a paisagem do cerrado, com suas árvores tortas e pastagem rasa e as fazendas centenárias

A cidade possui em torno de 14 mil habitantes, com uma economia voltada para o comércio e serviços, mais ainda tendo boa participação da pecuária. A maioria da população é de classe média, e tem níveis razoáveis de prestação de serviços públicos.

Hoje, Dores do Indaiá é um dos oito municípios integrantes e o município sede do Circuito Turístico Caminhos do Indaiá. O circuito é fruto da política de regionalização do turismo que vem sendo implementada desde 2002 pela Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG) como uma forma de fomentar a atividade em municípios menos desenvolvidos e que também possa integrar as regiões com suas semelhanças e disparidades. Entre os principais objetivos de ação do circuito, são a construção de  um Centro de Atendimento ao Turista (CAT), da sinalização turística e de cursos para capacitação de mão-de-obra para a atividade, mas isso depende de muito empenho e parceria da sociedade local, dos poderes públicos e iniciativa privada.

VEJA O VÍDEO DE DIVULGAÇÃO DO CIRCUITO TURÍSTICO CAMINHOS DO INDAIÁ


DE BOA VISTA A DORES DO INDAIÁ

126 anos de emancipação político-administrativa

Programação

03 a 07 de outubro | Segunda-feira à sexta-feira
EXPOSIÇÕES CULTURAIS
Dores em Cores
Viva Memória
Local: Colégio Municipal “São Luís”

06 de outubro | Quinta-feira | 8 h
4º Encontro de Jovens Ambientalistas
Local: Parque de Exposição
Participação exclusiva de jovens inscritos.
Sorteio do 4º prêmio da campanha Coleta Seletiva.

07 de outubro | Sexta-feira | 17h30
II Encontro de Xadrez
Colégio São Luís

19 h | Missa em Ação de Graças na Igreja do Rosário

08 de outubro | Sábado | 17 h
Desfile de fanfarras das escolas
Roteiro: Praça Prefeito Mário Carneiro à Praça Professor Waldemar de Almeida Barbosa, passando pela Avenida Francisco Campos.
Apresentações:
Escola Municipal “Benjamim Guimarães”
Escola Municipal “Mestre Tonico”
Escola Estadual “Dr. Zacarias” e Escola Municipal “Irmã Luiza de Marilac”
Escola Particular Dorense
Escola Estadual “Francisco Campos”

19 h | Culto na Igreja Batista Nacional

19 h | Art Dance (Jazz)
Local: Praça Professor Waldemar de Almeida Barbosa

21 h | Show da Terra: Lúcio Mangabeira & Biro Biro
Local: Praça Professor Waldemar de Almeida Barbosa

23 h | Halloween no Castelo
Local: Castelo Indaiá

09 de outubro | Domingo
19 h | Coral Infantil Dona Laura Faria Fagundes e Coral Santa Cecília
Local: Coreto da Praça Professor Waldemar de Almeida Barbosa

20 h | Show da Terra: Clayton & Guilherme e Os Trovadores
Local: Praça Professor Waldemar de Almeida Barbosa

16 de outubro | Domingo
6h | 16º Pedalions
Roteiro: Serra da Saudade – Dores do Indaiá
Saída da Praça Professor Waldemar de Almeida Barbosa

Como parte da programação do aniversário da cidade, aconteceram dois outros eventos: Talentos do Indaiá, com exposição do artista plástico Ricardo Costa, no dia 24 de setembro, na Escola Municipal “Mestre Tonico”; e a premiação dos participantes do Concurso Fotográfico Dores em Cores, no dia 30 de setembro, no Colégio Municipal São Luís, com apresentação do Coral Infantil Dona Laura Faria Fagundes e abertura das exposições culturais Dores em Cores e Viva Memória.



Mais informações do Circuito Turístico Caminhos do Indaiá: http://folhadoindaia.blogspot.com.br/

Fonte: Circuito Turístico Caminhos do Indaiá e Prefeitura Municipal de Dores do Indaiá.

4 comentários:

  1. Dores do Indaiá já foi uma das principais cidades da região sim, mas hoje anda meio esquecida.. com emigração dos dorenses para outros centros onde têm mais oportunidades.

    ResponderExcluir
  2. Quem gosta de trabalhar não fica em Dores facil não. Não tem emprego, não tem renda, não tem oportunidade, não tem escola, não tem saúde, não tem prefeito, não tem lazer. A cultura de Dores é limitada à festa do Rosário, aos programas de TV, e ao funk que rola solto no bar Triângulo.

    ResponderExcluir
  3. E se for computar a criminalidade violenta pelos numero populacionais, essa cidade é tao violenta quanto Sao Paulo e Rio, se nao mais, sem contar com o grande numero de suicidios.

    ResponderExcluir